Como escolher um software de Saúde Ocupacional? – SG4

Como escolher um software de Saúde Ocupacional?

Como gerenciar documentação de Saúde Ocupacional?

Gerenciar a documentação de saúde dos trabalhadores garantindo o acesso fácil e rápido, mas também seguro e que atenda todos os requisitos legais, não é uma tarefa simples. Nesse sentido, ter uma ferramenta com essa finalidade permite que a empresa vá além de uma simples emissão de PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) ou ASO (Atestado de Saúde Ocupacional) e, de fato, execute uma Gestão de Saúde.

O que é importante em um software de Saúde Ocupacional?

Existem alguns pontos importantes para considerar na hora de escolher o seu software:

  • LGPD: A Lei Geral de Proteção de Dados (Lei n° 13.709, de 14 de agosto de 2018) define algumas regras sobre tratamento de dados pessoais, visando proteger, entre outros, a privacidade dos indivíduos. Por serem considerados dados sensíveis, o cuidado com a forma de coleta, informação armazenada, meios de proteção e acesso são fundamentais para garantir a segurança dos pacientes. Portanto, entender como o software trata esses dados e preferencialmente buscar uma empresa com certificação na ISO 27001 (Gestão na Segurança da Informação) são diferenciais que devem ser avaliados.
  • Integração com outros sistemas: Com a entrada do eSocial, diversas informações de SST precisam ser enviadas para a plataforma do Governo, por esse motivo, assegure que sua ferramenta tem condições para transmitir esses dados ou que consiga se comunicar com outro software de mensageria. Além disso, é muito comum que as empresas possuam outros sistemas de Folha ou RH – nesses casos, ter uma ferramenta que consiga captar as informações e manter as plataformas atualizadas agiliza as rotinas e permite um melhor desempenho.
  • Entenda as suas dificuldades e as limitações da plataforma: Converse com quem de fato necessita do sistema e entenda quais são os maiores problemas no dia a dia. Verifique os benefícios da adoção ou substituição do software e quais são os possíveis ganhos de desempenho e melhorias no controle de informação. Entenda as dores e expectativas da equipe e transforme isso em pré-requisitos para a contratação do sistema.
  • Avalie como as informações são disponibilizadas: Para fazer uma Gestão de Saúde Ocupacional robusta é necessário que o seu sistema consiga gerar relatórios e indicadores de desempenho de saúde. Desta forma, avalie como esses dados podem ser apresentados ou meios de exportação para outras ferramentas, como o Power BI (Microsoft). Ter essas informações de maneira estruturada possibilita a criação de campanhas direcionadas para os maiores desvios observados na empresa, promoção de qualidade de vida, controle do absenteísmo, além de maior agilidade na geração dos Relatórios Anuais/Analíticos exigidos pelo PCMSO.

Após a seleção da ferramenta, não esqueça de definir os requisitos para treinamento da equipe, bem como as responsabilidades de cada pessoa na condução das atividades e documente conforme a necessidade. Se possível, também faça feedback com os outros potenciais parceiros, apresentando os pontos determinantes para escolha e contribuindo para a melhoria dos demais sistemas.

Quer se aprofundar no assunto Gestão Ocupacional? Clique aqui e assista na íntegra o episódio do “Cinco verdades que ninguém te conta sobre Saúde Ocupacional” do nosso Podcast Gestão em Ação!

Precisa de apoio, fale conosco! Nossa equipe está preparada para te atender! Mande sua solicitação para sg4@sg4.com.br.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gerenciar a documentação de saúde dos trabalhadores garantindo o acesso fácil e rápido, mas também seguro e que atenda todos os requisitos legais, não é uma tarefa simples. Nesse sentido, ter uma ferramenta com essa finalidade permite que a empresa vá além de uma simples emissão de PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) ou ASO (Atestado de Saúde Ocupacional) e, de fato, execute uma Gestão de Saúde.
Facebook
Facebook
YouTube
Pinterest
LinkedIn
LinkedIn
Instagram
Open chat