Perfil do Consultor – SG4

Perfil do Consultor

Quando se avalia uma profissão é importante considerar não apenas os aspectos técnicos desta, mas considerar também o perfil daquele profissional é de extrema importância. E isto vale também para os profissionais de consultoria. A seguir, abordaremos, oito aspectos essenciais que podem aprimorar o Perfil do Profissional de Consultoria.

  1. Apresentação

A apresentação deve ser o primeiro ponto a ser levado em consideração pelo consultor. O profissional deve manter seu estilo próprio, mas de maneira que possa se ajustar coerentemente aos ambientes, ciente dos padrões de cada empresa e a fim de que tenha uma imagem que passe credibilidade. Desta forma, é importantíssimo estar atento e de acordo com os códigos de vestimenta.

  1. Comunicação

É preciso que o consultor tenha uma boa dicção e saiba fazer o uso adequado da linguagem, pois estará em contato com públicos de diferentes perfis como diretores, equipe gerencial e equipe técnica operacional. É essencial, portanto, ajustar a linguagem utilizada ao contexto, adaptando o discurso ao perfil de cada público.

  1. Conteúdo Técnico

O profissional que trabalha com consultoria precisa ter conhecimento e informação técnica qualificada. É por isso que aqueles profissionais que desejam ser consultores devem estudar constantemente e buscar ferramentas e mecanismos que o possibilitem acesso a informações ainda mais profundas. Especialmente para consultores com mais experiência e idade, é importante também se capacitar nos aspectos tecnológicos, ou seja, estar aberto a aprender sobre tecnologias, TI e redes sociais. 

  1. Ponto de vista

Muitas vezes, um consultor irá fazer recomendações baseadas em sua perspectiva e conhecimento, mas é recomendável que o este esteja aberto para ouvir outros pontos de vista, caso surjam; desta forma, será possível mudar suas recomendações, caso a nova perspectiva o instigue a pensar de maneira diferente. É importante ser flexível em tais aspectos tendo em vista que os clientes, as empresas, as situações e as pessoas são diferentes e podem ensinar. Tudo o que é construído pode ser trabalhado e interpretado de maneira diferente; o objetivo é oferecer uma recomendação aberta e não rígida e fechada.

  1. Confidencialidade

Um consultor tem acesso a muitas informações particulares e exclusivas das empresas e, portanto, deve manter a confidencialidade, não expondo o cliente. Caso seja necessário abordar assuntos privados, não se deve apresentar o nome do cliente em questão, isso porque seria uma grande quebra de confiança do profissional para com a organização. Por essa razão algumas empresas possuem termos de confidencialidade para garantir que suas informações serão respeitadas de maneira jurídica.

  1. Metodologia

Toda a consultoria deve apresentar uma metodologia. Todas as ações desenvolvidas em uma empresa devem ser construídas através de método e plano de trabalho, sendo possível utilizar desde ferramentas mais simples, como o Excel, até as mais sofisticadas disponíveis no mercado. Logo no início da consultoria é importante questionar “Como será  o trabalho?” e “Como será desenvolvido?”, assim, são esclarecidas ao cliente desde o começo como será o processo, possibilitando que ele tenha conhecimento e participação na formulação do planejamento geral de trabalho. Antes mesmo de entrar em contato com o cliente é importante estar com método e estratégia de trabalho desenhadas para realizar um alinhamento preciso na organização atendida.

  1. Didática

É imprescindível que o consultor estude métodos de ensino com o intuito de desenvolver uma rotina didática de trabalho. Não é recomendável manter uma postura rígida e centralizada no próprio conhecimento, é necessário desenvolver habilidades para que se possa oferecer ensinamentos construtivos às organizações. O consultor é um didata que constrói conhecimentos, projetos e novos métodos e deve transmitir todo conhecimento aos clientes para que estes não dependam apenas dos saberes do consultor. Ensinar, de maneira didática, clara e positiva, é um parâmetro fundamental para um profissional de consultoria.

  1. Humildade

O oitavo e último aspecto é também um dos mais importantes e diz respeito à humildade. É fundamental reconhecer que as pessoas ao nosso redor podem possuir mais conhecimento em relação a determinados aspectos. Mesmo quando o consultor for designado a ensinar aspectos técnicos a uma organização é imprescindível que este mantenha um comportamento humilde, educado e respeitoso para com todas as pessoas, independente de seu nível hierárquico dentro da organização.

A humildade deve estar presente na entrega do todo profissional e, portanto, é uma virtude que precisa ser valorizada e construída na carreira de um consultor! Considere estes aspectos e tenha uma carreira sólida e bem construída!

Para saber mais, acesso nosso vídeo no Youtube:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quando se avalia uma profissão é importante considerar não apenas os aspectos técnicos desta, mas considerar também o perfil daquele profissional é de extrema importância. E isto vale também para os profissionais de consultoria