Orientações para conduzir treinamentos EAD ao vivo – SG4

Orientações para conduzir treinamentos EAD ao vivo

Promover workshops, reuniões e convenções no ambiente virtual tem se tornado uma prática cotidiana. Vamos ajudá-lo a ingressar nessa metodologia, apresentando dicas de como programar, estruturar e desenhar um treinamento EAD ao vivo.

A SG4 desenvolve muitos treinamento deste tipo, e vamos compartilhar diretrizes e ideias sobre como executar esse formato na sua empresa.

Para começar, um bom programa de treinamento exige planejamento, esquematizando todas as atividade que serão trabalhadas no seu tema, consideração todos os pontos necessários para transmitir o conhecimento de maneira remota, porém sem perder a qualidade na interação com a equipe. Destacamos a seguir, alguns pontos iniciais do planejamento que você deverá definir, como por exemplo: 

  • A plataforma de transmissão do treinamento
  • Apresentação em slides e vídeos
  • Material de apoio e apostilas
  • Exercícios e dinâmicas

Uma didática que consideramos muito positiva, é disponibilizar aos participantes um material de leitura antes do treinamento, como um aquecimento ao tema que será discutido, pois dessa forma, você estará oferecendo ao colaborador um contato prévio com o conceito. 

Indicamos que este material pré-treinamento seja leve e de fácil leitura, visando ambientar o participante, caso ele ainda não conheça o assunto que será abordado. 

Após desenvolver todo o mecanismo técnico, orientamos a elaboração de dois tipos de documentos, que serão encaminhados aos participantes, com o intuito de explicar como este treinamento será conduzido. O primeiro documento deve consistir em um comunicado sobre as normas e preparação para participar do evento, informando ao colaborador a importância de seguir etapas como:

  • Participar visualmente durante o treinamento
  • Reservar um ambiente calmo e livre de interferência externa
  • Ter boa conexão de internet para assistir ao treinamento, de preferência no computador ao invés do celular.
  • Preparar um bloco de anotação e caneta
  • Deixar a disposição os materiais de apoio fornecidos pré-treinamento 

Este cuidado com a infraestrutura, antes de iniciar o treinamento, é essencial para que ele consiga acompanhar o evento sem precisar sair da sala durante o processo, evitando perder o foco no meio do caminho.

O outro documento que costumamos sugerir é um comunicado informando sobre a plataforma virtual onde será transmitido o evento, pois existem diversas opções no mercado, como o Zoom, Google Meet, Skype, e  pode ser que o colaborador não conheça aquele canal e tenha dificuldade de interagir com a plataforma na hora. Então, este documento é na verdade um pequeno tutorial, recomendando a instalação do aplicativo no computador, por exemplo, e explicando como navegar na plataforma. 

Acorde com os seus colaboradores a questão de pontualidade, de participação e interação, realização dos exercícios e das práticas, desempenhando uma participação plena no treinamento.

E por fim, o instrutor tem que ter a habilidade de falar com objetividade para a câmera,  procurar sempre interagir chamando um participante para comentar o assunto, expor seu ponto de vista, ou até mesmo convidando a realizar uma leitura rápida para os demais.

Essa técnica irá gerar maior aproximação da equipe, uma melhor interação e as pessoas consequentemente estarão mais atentas a explicação e aprenderão mais. Esse ponto deve ser bem observado, pois, por ser uma aula remota, a pessoa está no ambiente dela e se você não atrair sua atenção com frequência, muito provavelmente ela irá se desconectar de você e do seu discurso.

Desenvolva suas habilidades para trabalhar essa didática tão utilizada hoje em dia, planejando e estruturando programas de treinamento à distância que irão despertar o interesse e cativar a sua equipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *