Dicas para implementar o canal de denúncia – SG4

Dicas para implementar o canal de denúncia

Vamos apresentar algumas dicas que você pode considerar para dar força ao seu canal de denúncia.

Desenvolver um procedimento na sua empresa para o canal é o primeiro ponto, porque ele será o guia. O profissional que procurar saber como o canal funciona, ele irá buscar um documento oficial, para saber como acessá-lo, tirar dúvidas, verificar o que é considerado e de que maneira é tratada a demanda. E dependendo da demanda que será reportada, que pode ser um tema muito delicado, ele vai querer ter segurança no processo.  Por isso, ter um procedimento ajuda muito.

A segunda etapa para ter uma boa implantação do sistema, é criar um processo de comunicação em massa, forte para todos os trabalhadores, para os gestores, para os altos executivos, para os prestadores serviços. Comunique, avise que a empresa possui um canal de denúncia, que ele está disponível e que todos podem acessar. Informe que o colaborador que entrar em contato será tratado de forma ética, profissional e sigilosa.  É importante reforçar esses pontos regularmente, seja através de informativos ou outras mídias. 

Muitas empresas fazem a divulgação apenas no início da implantação e depois deixam de incentivar o uso dessa ferramenta, e em consequência, o canal de denúncia é esquecido, a mensagem não se fixa na mente dos colaboradores.

Outro ponto importante é prestar o feedback para o colaborador, que após a denúncia um profissional de compliance entre em contato, e de maneira técnica e muito respeitosa, apresente uma devolutiva sobre a questão.  Um colaborador bem acolhido irá comunicar de maneira orgânica a eficiência do canal entre os trabalhadores, fortalecendo e tornando cada vez mais ativo.

Convide os líderes a serem grandes motivadores do canal entre as equipes, eles serão fundamentais para a valorização do processo, promovendo a participação e transparência nas comunicações da empresa. 

Para saber mais, acesse nosso vídeo no YouTube:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *