Como fazer a Gestão de Fornecedores? – SG4

Como fazer a Gestão de Fornecedores?

A gestão de fornecedores é um tema de extrema importância para empresas de todos os portes. Isto porque, toda organização precisa de parceiros profissionais qualificados para desenvolverem um escopo específico de trabalho.

Atualmente a tendência nacional e mundial é contratar profissionais ou empresas para o desenvolvimento de bons processos, produtos e serviços. Qualificar adequadamente estas empresas de maneira adequada é, portanto, uma ação de grande impacto para a organização. 

Desta forma, quando a gestão de fornecedores é desenvolvida de maneira adequada, o resultado é maior agilidade e competência para a empresa. Os gestores de prestadoras de serviços precisam saber que o processo de avaliação  (avaliar e ser avaliado) é extremamente favorável para a organização. 

O que buscar na seleção e como selecionar fornecedores?

Para selecionar fornecedores qualificados, é essencial abranger aspectos de Qualidade, Meio Ambiente, Saúde, Segurança, Responsabilidade Social, Compliance, bem como pontos administrativos e de gestão. Sendo assim, é comum que as empresas contratantes solicitem documentos referentes a CNDs (Certidões Negativas de Débitos), Licenças Ambientais, procedimentos de qualidade e práticas de segurança para poderem trabalhar de forma técnica .

Mesmo para  uma  organização ou prestadora de serviços de pequeno porte é fundamental possuir gestão, procedimentos e processos com o intuito de garantir que as empresas contratantes maiores tenham segurança no serviço que será prestado. Por essa razão é recomendável que os proprietários de empresa ou de prestadora de serviço tenham o cuidado de gerenciar aspectos técnicos de maneira séria e organizada, podendo implantar normas referentes a ISO 9001 (Sistema de Gestão da Qualidade), ISO 14001 (Sistema de Gestão Ambiental), ISO 45001 (Sistema de Gestão de Saúde e Segurança do Trabalho) e outras.

Após estruturar práticas administrativas e de gestão é necessário incluir as questões relativas à Qualidade, Meio Ambiente, Saúde, Segurança e Responsabilidade Social, com o propósito de oferecer suporte à empresa  contratante. Para as empresas que possuem um alto nível de subcontratação é indicado desenvolver aspectos de qualidade, exigindo procedimentos para as atividades críticas realizadas pelos prestadores de serviços. Especialmente considerando também tópicos referentes  ao meio ambiente, como condicionantes de licença, atendimento a requisitos legais, controle operacional de resíduos e aspectos gerados pela empresa.

Exigir a prática de um sistema eficaz de gestão de segurança é também fundamental, pois quando a empresa está inserida em um determinado sítio ou site toda a ocorrência relacionada ao colaborador, como um acidente de trabalho de leve ou grave proporção, torna-se também responsabilidade do contratante.

É imprescindível requerer tanto práticas de segurança quanto de responsabilidade social, respeito à diversidade e questões relacionadas ao combate ao trabalho  infantil, trabalho forçado, correção e prática disciplinar. Tais aspectos devem ser pragmáticos e determinados em procedimentos para uma boa gestão de fornecedores. 

Consequência de uma Gestão de Fornecedores falha

As organizações que atualmente não contribuem em parceria com as questões mencionadas anteriormente (Qualidade, Meio Ambiente, Saúde, Segurança, Responsabilidade Social, Compliance) podem trazer sérias consequências negativas aos negócios .

A gestão de fornecedores e prestadores de serviço é essencial para que uma organização possa prevenir perdas significativas, causadas por empresas que não desenvolvem esta boa gestão. E é imprescindível ter atenção: até mesmo grandes empresas subcontratadas podem não possuir gestão ambiental, de segurança e qualidade, gerando assim grandes problemas para as organizações contratantes.

Como avaliar fornecedores?

A gestão de fornecedores é baseada também em avaliação contínua, que deve ser desenvolvida sobre métodos e critérios, documentados em um procedimento claro e bem dividido, que apresente de maneira evidente as exigências da empresa e como e em que momento serão cobradas.

Para que o processo de avaliação na Gestão de Fornecedores seja eficiente é fundamental que a empresa possua um ciclo de renovação e de verificação, com o intuito de acompanhar o fornecedor e verificar se seu desempenho se manteve suficientemente adequado ou se não está atendendo em algum requisito determinado. Caso esta segunda circunstância ocorra, é indicado reavaliar a parceria com o  prestador de serviços.

A importância de incluir e valorizar os fornecedores

O fornecedor deve ser valorizado pelo contratante. Em algumas empresas, em determinadas circunstâncias, como eventos de confraternização, os terceiros internalizados da empresa são excluídos. Acontecimentos assim podem gerar  um grande impacto ao prestador de serviços, pois mesmo estando presente visceralmente ao lado da organização contratante, entenderá que não é parte da mesma.

Acreditamos que o contato entre a empresa e o fornecedor, seja em um evento, confraternização ou processo coletivo, traz integração para a organização. Não manter uma relação que integre a empresa contratante com a prestadora de serviços, pode ser uma postura indiferente.

O crescimento da empresa é possível apenas com uma gestão de fornecedores adequada, com procedimentos satisfatórios e boa conduta de ambas as partes (contratado e contratante).

O contratante deve realizar procedimentos apropriados para o controle e gerenciamento dos fornecedores e o contratado precisa se organizar internamente, efetuando uma gestão profissional. Esta gestão precisa estar fundamentada em uma documentação elaborada e organizada de forma correta para que possa ser fornecida prontamente para a empresa contratante, no momento solicitado.

Portanto é imprescindível que o fornecedor  mantenha  a documentação atualizada e realize treinamentos com sua equipe,  a fim de  beneficiar mutuamente a relação entre contratado e contratante.

Veja o vídeo sobre o assunto em nosso canal:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atualmente a tendência nacional e mundial é contratar profissionais ou empresas para o desenvolvimento de bons processos, produtos e serviços. Qualificar adequadamente estas empresas de maneira adequada é, portanto, uma ação de grande impacto para a organização.