Coleta seletiva ainda é um tema interessante? – SG4

Coleta seletiva ainda é um tema interessante?

Percebemos que quase ninguém hoje fala muito sobre o tema coleta seletiva, nos levando a questionar se trabalhar com coleta seletiva é realmente um tema ainda vigente e praticado.  

A SG4 provoca você a pensar nesse processo e em aplicá-lo efetivamente, pois esse é um questionamento que nós recebemos de tempos em tempos, se você acompanha nosso canal no YouTube, já deve ter se deparado com vídeos que abordam esse assunto. 

Há pessoas que ainda acreditam que esse assunto morreu, que não tem mais relevância. Hoje, obviamente, se tem tratado de alguns tópicos na mídia, ou em conversas mais intensas, tais como a questão do desmatamento e o aquecimento global, mas já não se fala tanto sobre coleta seletiva. 

A coleta seletiva é um tema extremamente importante, e que sim, deve estar na nossa realidade. Isso porque os aterros sanitários estão cada vez mais lotados, e o mercado ainda não valoriza tanto os produtos de fonte de matéria reciclada. Então, não adianta nada você ter um comportamento de segregar os materiais para reciclagem e não comprar produtos que tem base de materiais reciclados, as vezes por o plástico não ser tão transparente ou papel não ser tão branco. 

Perceba,  quando você procura e consome este tipo de produto reciclado, você passa a estimular esse mercado, gera uma movimentação, e as empresas por consequência irão buscar cooperativas a procura de materiais de fonte reciclável. 

O mais importante aqui é você entender que este é um tema importante, que sim precisamos falar disso e que a gente precisa contribuir com essa prática. Incluindo no dia a dia o hábito de segregar esses resíduos, que a gente ajude o nosso bairro, aqueles que possuem programas de coleta seletiva, a entregar o resíduo de forma certa. 

Isso porque os aterros estão cada vez mais lotados, os resíduos estão indo cada vez mais longe, por isso que a taxa de lixo da sua cidade é alta. Temos muitos municípios brasileiros que ainda não tem aterro sanitário, e sim lixão, no qual o lixo fica jogado a céu aberto, e toda aquela decomposição acaba por contaminar os lençóis. 

E grande parte dos cidadãos que não sabem para onde resido da cidade dele vai, e você se assustaria se você fizesse uma visita um lixão, ou até o próprio aterro, porque um aterro é gigante, iria perceber a quantidade de resíduo que chega ali em diversos caminhões compactadores em um dia, para jogar resíduos das casas. As pessoas são consumistas, o consumo ainda é muito forte na sociedade, e as pessoas gostam de comprar e os produtos contém muita embalagem, isso sem incluir nessa conta o volume de sacolas plásticas quando vamos a um supermercado, por exemplo, pois não há o hábito de levar uma embalagem retornável. 

E com isso estamos sempre gerando muito resíduo, porque nós temos uma base consumista, muito material, tendo a necessidade de ter as coisas como papel, plástico, isopor e por aí vai. Por isso a importância de ser alguém que contribui com a prática da coleta seletiva, ser um agente de transformação e ajudar as pessoas que estão à sua volta a ter também essa percepção e responsabilidade. 

Faça com que o assunto sustentabilidade, coleta seletiva, se mantenha em nossa mente, nas nossas escolhas e na nossa prática. O meio ambiente necessita desse nosso apoio, porque as futuras gerações vão ter que administrar muito resíduo, porque não foi bem tratado e mal gerenciado por nós aqui dessa geração.  Então, vamos ser atuantes para diminuir a ocupação de arteiros e estimular a reciclagem! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *